Quem trabalha consegue estudar sério para concursos públicos?

Uma das maiores dúvidas e também dilemas no universo concursídico gira em torno da relação trabalho versus estudos para concursos públicos. Afinal de contas, quem trabalha consegue estudar sério para concursos públicos? Tem com conciliar a rotina diária de trabalho e tarefas fora do trabalho com a necessidade de tempo e disciplina para estudar sério para concursos públicos? Se tem, então como fazer isso?

As dúvidas são muitas e pouca gente arrisca ou mesmo tem paciência de orientar a esses concurseiros trabalhadores como conciliar trabalho e estudos. Essa questão é uma daqueles muito discutidas, muito faladas, muito reclamadas e pouco explicada e resolvidas.

Analisemos com cuidado a situação por um instante. De cara é fato que pouca gente pode se dar ao luxo de deixar o trabalho de lado para poder estudar em tempo integral para concursos públicos, solução essa claramente radical e até mesmo um pouco desesperada (digo com conhecimento de causa, visto ter sido a que adotei para mim). Temos 24 horas no dia que terão, então, de ser suficiente para dormir, alimentar-se, higiene pessoal, trabalho, atividades diárias obrigatória e até mesmo algum descanso. Hummm, muita coisa para pouco tempo ... talvez não.

Há situações e situações. Quem é solteiro e trabalha tem uma dinâmica diferente de quem é solteiro e é casado. O homem casado que trabalha tem uma dinâmica diferente da mulher que trabalha. Os casados sem filhos têm uma diâmica diferente dos casados com filhos. Enfim, são muitas as situações e, portanto, diferentes as estratégias possíveis que permitem conciliar trabalho e estudos para concursos públicos.

Basicamente, temos de seguir três passos básicos para lidar com a situação e decidir qual as estratégias possíveis e dentre elas quais as mais indicadas para cada caso individual:

1o Passo - Analisar com cuidado as necessidades de estudo e a rotina diária do concurseiro;

2o Passo - Confrontar o que foi levantado no passo anterior a fim de montar um planejamento de estudos que deverá então ser implementado;

3o Passo - Fazer ajustes finos constantes no planejamento de estudos.

Concurseiros que trabalho se diferenciam dos concurseiros que estudam em tempo integral não somente pela obvia diferença no tempo disponível para estudo, mas também no tocante à aplicação do planejamento de estudos. Se para os primeiros a necessidade de ajustes finos no planjamento de estudos não é tão urgente, para os segundos é uma necessidade premente e inadiável, visto que sua rotina diária é muito mais instável.

"Afinal de contas, é possível trabalhar e estudar sério para concursos públicos?"

Sim, claro que é e são milhares os concurseiros e servidores públicos que estão aí para provar que isso é verdade. Como já disse, são poucos os que jogam tudo para cima e encaram os estudos em tempo integral para concursos públicos. A maioria das pessoas, principalmente quem é casado e tem uma família para sustentar, não pode sequer pensar em se dar esse luxo. É preciso "dar um jeito" de conciliar trabalho e estudo, algo que muita gente faz com sucesso e acaba sendo empossada em concursos públicos.

Claro que há estratégias e estratégias de estudo possíveis para quem trabalha. Alguma são menos eficientes e, portanto, demandaram mais tempo e esforço para passar em concursos públicos, enquanto outras são mais eficiente e, portanto, de efeitos mais rápidos. O que não dá para fazer, no entanto, é querer estudar sem estratégia alguma, causa da desistência de muitas pessoas de tentar melhorar de vida passando em concursos públicos.

RESUMO DA ÓPERA - Se você trabalha e quer alcançar uma vida melhor, mais farta e estável se tornando servidor público, saiba que é possível, sim, conciliar trabalho e estudos. Claro que você terá de se dedicar um pouco mais, de se esforçar um pouco mais, de se sacrificar um pouco mais que quem estuda em tempo integral, mas não há nada que o impeça de também alcançar o sucesso e a tão desejada posse em cargo público a não ser você mesmo e a falta de um bom planejamento de estudos.

CHARLES DIAS é o Concurseiro Solitário.

IMPORTANTE - Os textos publicados nesse blog são de inteira responsabilidade dos seus autores em termos de opiniões expressadas. Além disso, como não contamos com um revisor(a) de textos, também a correção gramatical e ortográfica é de inteira responsabilidade dos mesmos.

———«»———«»———«»———



———«»———«»———«»———


2 Response to "Quem trabalha consegue estudar sério para concursos públicos?"

  1. Caro concurseiro solitário, eu estou dentro daqueles que nao podem ter o luxo de sair do trabalho para ficar estudando integralmente!!! Então, queria que vc me indicasse alguns livros e dicas de estudo para preparação do concurso de delegado da polícia federal.
    Estarei mto grato
    Marcos Santos

    Van says:

    Ótimo texto, um incentivo pra quem está começando e não sabe muito bem por onde...Que tal pelo planejamento de estudos?! Obrigada pelas dicas, seu blog já está como favorito!

    Abs, Vanessa

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme | Blogger Templates | Low Interest Credit Cards